I Plenária Nacional dos Comitês de Luta contra o Golpe e pela Anulação do Impeachment

Nos dias 16 e 17 de dezembro, a capital mineira sediará a I Plenária Nacional dos Comitês de Luta Contra o Golpe e Pela Anulação do Impeachment, reunindo representantes de Comitês, de diversas regiões do País.

Nos próximos dias são esperadas inscrições das dezenas de comitês e de ativistas da luta contra o golpe, dentre as milhares de pessoas que participam da campanha, sindicalistas, dirigentes e militantes de partidos de esquerda.

Unificar a agenda de luta para 2018, debater as conjunturas e cenários possíveis para o nosso melhor enfrentamento ao golpe, mobilizar os comitês e ativistas do país para os desafios políticos do próximo ano, são os principais objetivos desta I Plenária Nacional dos Comitês de Luta Contra o Golpe e Pela Anulação do Impeachment.

O evento, realizado em Belo Horizonte, será organizado pelo Comitê Pela Anulação do Impeachment MG, em parceria com os demais comitês do país e com o Partido da Causa Operária.

 

O movimento organizado em torno dos comitês de luta contra o golpe e pela anulação do impeachment e demais setores que se agruparam em torno de suas principais atividades, expressam – na atual etapa – a única alternativa de luta contra o golpe de Estado que derrubou a presidenta Dilma Rousseff. Uma alternativa independente da burguesia golpista, seus partidos patronais e que se opõe à política reacionária da esquerda que quer “virar a página do golpe”.

Na medida em que o golpe avança em seus ataques contra os explorados e, em meio à falência do governo de Temer, da enorme crise do regime golpista, fracassam os partidos e políticos tradicionais da burguesia em se apresentarem como alternativa diante da situação, inclusive, com a ameaça dos generais de passarem a uma nova etapa com o golpe militar. Esse movimento ganha assim enorme importância e a Plenária tem o propósito de fazer um balanço da situação e armar o movimento para a próxima etapa, tendo como tarefa central ampliar os comitês, a campanha contra o golpe e pela anulação do impeachment.

Uma parcela da esquerda deixou de lado a luta contra o golpe, afirmando que o caminho era lutar contra as “reformas”  do governo golpista e que isso garantiria a “unidade” de todos os trabalhadores, incluindo as organizações mais reacionários que apoiaram e fizeram campanha pela derrubada da presidenta Dilma, como a mafiosa Força Sindical. E a experiência dos últimos meses mostra que esse é um caminho de derrotas. Os golpistas aprovaram quase todas as suas medidas de entrega da economia nacional (desmonte de setores industriais fundamentais, privatizações etc.), impuseram um violento retrocesso econômico e social com os cortes nos gastos sociais (congelamento dos gastos públicos por 20 anos; cortes no bolsa família, semi-liquidação do Minha Casa,  Minha Vida etc.), aprovaram um retrocesso de décadas na legislação trabalhista (com a lei da terceirização e a famigerada reforma trabalhista etc.).

Anular o impeachment, derrotar o golpe!


 

PRAZO DE INSCRIÇÃO

As inscrições devem ser feitas até o dia 15/12/2017.

TAXA DE INSCRIÇÃO

INSCRIÇÃO DE COLETIVOS PARTICIPANTESPara cada comitê, entidade, movimento, instituição ou partido participante do evento, será cobrada a taxa de R$100,00 (cem reais).

INSCRIÇÃO POR PARTICIPANTE – Para cada participante, membro de comitê ou ativista inscrito, será cobrada a taxa individual de R$20,00 (vinte reais).

PRAZOS

Após enviados os dados por formulário, os inscritos receberão as informações para depósito, via e-mail.

Os depósitos deverão ser efetuados até dia 15/12/2017.

Efetuado o depósito, envie o comprovante bancário para: comites@lutecontraogolpe.com.br

EVENTO NO FACEBOOK

https://www.facebook.com/events/1361601093950547/

Para se inscrever, preencha o formulário de inscrição abaixo.


[ninja_form id=8]