Tribunal mostrou que sem luta contra o golpe não haverá eleições em 2018

porlutecontraogolpe

Tribunal mostrou que sem luta contra o golpe não haverá eleições em 2018

Ao contrário do que as organizações mais iludidas com a democracia poderiam imaginar, o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da quarta região) marcou o julgamento de Luiz Inácio Lula da Silva para 24 de janeiro de 2018. E a intenção desse julgamento não é outra se não prendê-lo.

Trata-se do plano de retirar Lula do cenário político, em primeiro lugar, para em seguida tirar o próprio Partido dos Trabalhadores. Cassar a legenda, suas lideranças, e o restante da esquerda, para fazer uma eleição fajuta, em que só a direita pode vencer.

Esse é um plano que foi tentado pelo menos duas vezes, em que o movimento social, organizações políticas e a população foi até Curitiba (PR) evitar que Lula fosse preso. É absolutamente certo que se não houvesse mobilização, Lula já estaria cumprindo pena, como o companheiro José Dirceu, dentre outros.

O mesmo vale para as próprias eleições de 2018, para a qual muitos se preparam. Partidos já lançam pré-candidaturas, sem ao menos perceber que esse pleito não irá ocorrer da forma tradicional. Na verdade, se não houver manifestações, não haverá eleição em 2018.

A direita não quer entregar um regime que ela tirou na “mão grande”, sem voto, como se poderia esperar de uma democracia burguesa, mas com o golpe, o impeachment. A direita, essa mesma que está no comando do Estado, não ganha mais eleições, de jeito nenhum, especialmente se Lula for candidato.

Do que se conclui que ela, que inclusive controla a justiça eleitoral, não está disposta a realizar essa disputa, nem nos moldes fajutos e fraudulentos tradicionais.

O problema que se coloca é justamente aumentar a luta contra o golpe de Estado, criar mais comitês de luta contra o golpe, pelo Brasil inteiro. Lutar contra a prisão de Lula, pois essa prisão é um passo gigantesco para aprofundar o golpe, que tem como caminho a não realização das eleições e, diante de uma crise, a intervenção, o golpe militar.

 

Publicado originalmente no Diário Causa Operária.

Sobre o Autor

lutecontraogolpe administrator

Deixe uma resposta