Honduras: o país que inaugurou a onda de golpes na América Latina

porlutecontraogolpe

Honduras: o país que inaugurou a onda de golpes na América Latina

Na última Análise Política da Semana, apresentada pelo companheiro Rui Costa Pimenta, presidente nacional do PCO comentou sobre Honduras, o país que foi o primeiro a sofrer um golpe de estado em 2009, onde foi deposto presidente eleito Manuel Zelaya que era um político de caráter nacionalista de esquerda, assim como outros presidentes que em outros países na América Latina e que depois do golpe de Honduras, alguns foram derrubados e forma perseguidos, por exemplo, os golpes no Paraguai, em 2011, no Brasil em 2016, na Argentina que veio na forma eleitoral em 2015. Podendo assim, considerar Honduras o país onde foi inaugurada a onda de golpes de estados pelo continente.

O companheiro comentou que é de extrema importância analisar o que aconteceu em Honduras, porque além de ter sido um inicio de uma nova etapa de golpes assim como ocorreu na década de 60 na própria América Latina, o golpe em Honduras mostrou um novo tipo de regime golpista. Diferente do que apresentado há 50 anos com os militares, tanques e generais, este tipo de golpe tem aparência constitucional, embora seja quase tão repressivo ao antigo modelo.

Além disso, o golpe em Honduras entrou teve um novo capítulo muito importante que foi uma eleição onde quem ganhou foi um candidato que não é do regime golpista e que pode ser considerado alternativo. Porém, a eleição foi fraudada pelos golpistas e quem continua no poder são os golpistas. Depois desse fato, aumentou a mobilização popular que junto com ela aumentou a repressão, dado que o companheiro citou que crescem um na medida do outro.

E isso serve de exemplo parta a esquerda no Brasil que passou boa parte deste ano de 2017 compensando somente nas eleições de 2018 como forma de derrotar o golpe. Sendo que ninguém praticamente sabe se estas eleições vão ocorrer e se ocorrerem será de uma forma totalmente fraudada.

A Análise Política da Semana é apresentada todos os sábados, às 11h30, pelo companheiro Rui Costa Pimenta e você acompanhá-la presencialmente no Centro Cultural Benjamin Peret, que fica na Rua Serranos 90, no bairro da saúde em São Paulo ou se preferir acompanhar pela internet através do canal da CausaOperáriaTV que transmite ao vivo a Análise.

 

Publicado originalmente no Diário Causa Operária.

Sobre o Autor

lutecontraogolpe administrator

Deixe uma resposta