Comitês de luta contra o golpe: a única resistência real contra o golpe, a direita e os fascistas no Brasil

porlutecontraogolpe

Comitês de luta contra o golpe: a única resistência real contra o golpe, a direita e os fascistas no Brasil

É essencial a compreensão de que o golpe não se limitou ao impeachment de Dilma Rousseff: ele não está “dado”. O golpe está em andamento e é constituído pelo avanço do grande capital internacional sobre os direitos da classe trabalhadora. A cada medida golpista implementada, a cada “reforma” (fiscal, previdenciária, trabalhista), a cada privatização, à medida em que a esquerda e os sindicatos são perseguidos e criminalizados, aprofunda-se o golpe.

Lutar contra o golpe, assim, não se restringe a medidas políticas de tipo institucional visando a reverter o impeachment. Trata-se de mobilizar a classe trabalhadora de modo a constituir suas próprias organizações de luta política.

Neste sentido, os comitês de luta contra o golpe são nesse momento a arma fundamental dos trabalhadores, dos estudantes e da esquerda, contra a investida dos fascistas e da direita golpista. O caráter dos comitês de luta contra o golpe é a ação, com reuniões regulares e semanais, panfletagens e atividades, os comitês buscam a cada semana agrupar ainda cada vez mais pessoas que querem tirar os golpistas do poder e varrer os fascistas do país.

A atividade principal dos comitês no momento são os mutirões pela anulação do impeachment realizada todos os domingos em várias cidades do país. Na atividade, militantes reúnem-se em locais de grande concentração para falar com a população sobre o golpe de estado, fazer a agitação política e coletar assinaturas para ação popular pela anulação do impeachment.  A atividade a cada final de semana cresce, e se torna mais popular. Assim como os Comitês, que com força e orientação política se tornam no momento a única resistência contra o golpe no Brasil.

O PCO, e os Comitês de Luta Contra o Golpe, convida mais uma vez a todos aqueles que estão dispostos a lutar contra o golpe e a direita a se integrar em um Comitê mais próximo, ou, a organizar um em sua cidade. Não é necessário estar filiado a partido, fazer parte de organizações para atuar em um comitê, o única requerimento é ser contra o golpe e a direita. Só a população organizada em comitês é capaz de, como feito na Universidade Federal de Pernambuco no dia 28, expulsar os fascistas da universidade. 

Todos que querem lutar contra o golpe não devem perder mais tempo! Entre em contato para encontrar um comitê próximo a você ou para receber materiais e orientações de como organizar um comitê de luta contra o golpe na sua cidade.

Entre em contato:

Publicado originalmente no Diário Causa Operária

Sobre o Autor

lutecontraogolpe administrator

1 comentário até agora

Deixe uma resposta